sexta-feira, 30 de setembro de 2011

SEMMAM intensifica atividades de Educação Ambiental

Plantio de árvores na Escola Antonio Carlos Coelho- 30/09/2011
O Departamento de Educação Ambiental da SEMMAM vem fazendo uma verdadeira maratona em defesa do Meio Ambiente no município. No dia 29/09 pela manhã uma parte da equipe realizou  trabalho de sensibilização junto aos feirantes do Centro de Abastecimento, o prof. Horacio Amorim e a estagiária Emanuela Rios fizeram palestra para estudantes e professores do Colégio Asas, enquanto a educadora Elizangela Lucena representou o Departamento em um concurso de vídeos ambientais promovido pela Escola Municipal Maria Antonia Costa; no período vespertino Horacio Amorim fez palestra para um grupo de pais e professores da Escola Municipal Judite Alencar, no bairro Campo Limpo.
As atividades tiveram prosseguimento no dia 30/09  (manhã) com a realização de palestras, exibição de vídeos ambientais e o plantio de 15 (quinze) mudas de árvores na Escola Municipal Antonio Carlos Coelho. Um trabalho que contou com o brilhantismo da Banda de Musica da Polícia Militar, que além de falar sobre a importância e função de cada instrumento fez uma exibição sensacional, encantando a todos os presentes. No período da tarde aproximadamente 50 (cinqüenta) estudantes da mesma escola foram levados ao Parque da Cidade Frei José Monteiro Sobrinho, onde plantaram 05 árvores, participaram de uma trilha ecológica e ouviram as informações prestadas pela educadora Lorena Rodrigues, uma das responsáveis pelo parque. 

Palestra na Escola Judite Alencar- 29/09/2011

Palestra no Colégio Asas- 29/09/2011

Banda da Policia Militar toca para os estudantes

Uma verdadeira aula de Música e Meio Ambiente

Estudantes participaram de trilha no Parque da Cidade

Educação Ambiental no Centro de Abastecimento- 29/09/2011








quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Foi bastante concorrida a 11ª edição do Projeto Quartas Ambientais

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais realizou ontem (28/09) a 11ª edição do Projeto Quartas Ambientais, tendo como tema: nascentes do Rio Subaé. O evento teve início com uma palestra proferida pela Prof. Taíse Bomfim de Jesus, doutora em Química-PPGM/UEFS, que baseando em sua pesquisa fez uma abordagem sobre a situação do Rio Subaé, em seguida foi montada uma mesa redonda com as participações do Agrônomo Eduardo Macário, chefe de Análises e Projeto da SEMMAM; Rita de Cássia Neres, Msc em Saúde Coletiva e Lucíla Pinho do Fórum Ecológico de Feira de Santana.
  O auditório da Secretaria Municipal de Saúde ficou pequeno para comportar os participantes, em sua maioria estudantes de diversas instituições de ensino de nível superior existentes em Feira de Santana. Além dos debates entre os componentes da mesa, a platéia também teve a oportunidade de participar das discussões, através de perguntas e considerações feitas em relação ao Rio Subaé.
As Quartas Ambientais acontecem uma vez por mês, sempre na última Quarta Feira, a partir das 14 horas, no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, tendo como objetivo propiciar aos munícipes um espaço de discussão referente às questões socioambientais, local e global.



 

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

SEMMAM comemora Dia da Árvore plantando 150 mudas por toda a cidade


 Por: Mayara Silva
As comemorações pelo Dia da Árvore em Feira de Santana foram marcadas pelo inicio da I Gincana Ecológica e o plantio de 150 árvores em alguns bairros da cidade, o grupo de fanfarra do Dispensário Santana realizou a abertura do evento tocando o Hino Nacional. Na oportunidade o prefeito de Feira de Santana, Tarcizio Pimenta e os diretores da empresa Scoppel, Leonardo Bucatti e Jorge Amilton Helito plantaram árvores nas mediações da sede da Secretaria Municipal de Meio Ambiente-SEMMAM. 
 “Essas mudas são cedidas pela Semmam e os moradores do bairro assumiram o compromisso de dar manutenção a essas árvores para que elas se desenvolvam”, explica Antonio Carlos Coelho. “Todas as árvores que plantamos recebem um gradio, que é um material doado pelas empresas parceiras ou as que cumprem compensação ambiental, e tem a função de proteger as mudas. São ações executadas dentro do projeto Guardiões do Meio Ambiente, desenvolvido com alunos da rede municipal e estadual”, frisou Coelho.
O prefeito Tarcízio Pimenta destacou a importância das parcerias entre o Poder Público e a iniciativa privada em prol do meio ambiente. “A classe empresarial é fundamental no desenvolvimento da cidade. E quando existem parcerias como essa quem ganha é a sociedade. Promover o verde, fazer com que o nosso ar fique mais puro é algo fundamental. Serão duas mil árvores plantadas na cidade até 2012”, destacou



 

A I Gincana Ecológica das Escolas Públicas de Feira de Santana teve início no dia 21 de Setembro e se prolongará até 21 de Outubro de 2011 com a participação de 07 (sete) escolas. A primeira tarefa foi o plantio de árvores, sendo que cada equipe ficou com a responsabilidade de conseguir 20 pessoas da comunidade para plantar e cuidar das mudas. A motivação dos estudantes para cumprir a tarefa foi algo que deixou a comissão organizadora satisfeita "Que bom vê o entusiasmo destes meninos, principalmente quando é para ajudar na revitalização de áreas verdes da cidade", destaca Horacio Amorim.
De acordo com os organizadores, a Gincana tem como objetivo promover a interação  e possibilitar a formação de valores e atitudes que busquem a conservação do Meio Ambiente. A escola vencedora da Gincana será premiada com uma visita ao Projeto Tamar, na praia do Forte, enquanto que o 2º lugar fará uma viagem para o Jardim Zoológico de Salvador, as demais equipes serão contempladas com passeios dentro do município de Feira de Santana.  






terça-feira, 20 de setembro de 2011

(CIPPA/Lençóis) apreendeu caminhão com carga ilegal de madeira


Por Tenente PM Shannon Okazawa Alves Sanches



Após recebimento de denúncia, a Companhia Independente de Policiamento de Proteção Ambiental (CIPPA/Lençóis) apreendeu na madrugada de quinta-feira (08 de Setembro), às 03h30min, na localidade de Tanquinho, às margens da BR-242, em Lençóis, um caminhão com uma carga ilegal de madeira nativa. O motorista do caminhão não apresentou documento que comprovasse a idoneidade da madeira. Todos foram conduzidos para a Delegacia de Proteção ao Turista de Lençóis. Os atos também foram comunicados ao promotor de Meio Ambiente da região. A Operação que recebeu apoio do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA) foi iniciada às 18h00min.

COMPANHIA INDEPENDENTE DE POLÍCIA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL - CIPPA/Lençóis

"Protegendo os Ecossistemas do Centro e do Oeste Baiano"
cippa.lencois@pm.ba.gov.br

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Unidade de Policiamento Ambiental de Lençóis participa de Operações no interior do Estado

Por Tenente PM Shannon Okazawa Alves Sanches

Mesmo sem ter sido inaugurada, a Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (CIPPA/Lençóis), situada no centro do município de Lençóis-BA, cuja área de atuação corresponde aos Territórios de Identidade da Bahia (TIB) 1, 2, 3, 11, 12, 13, 14 e 23 (parte central e oeste da Bahia), já participou no mês de julho de operações contra o garimpo ilegal e desmatamentos na Chapada Diamantina e oeste do estado em apoio ao Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA) e encontra-se envolvida em campo com a Secretaria do Meio Ambiente (SEMA) na campanha Combate a Incêndios Florestais, na Chapada Diamantina, denominada "Bahia sem fogo", lançada no dia 03 de agosto do corrente.
A CIPPA/Lençóis também está participando de reuniões durante o mês de agosto em comunidades de alguns municípios do TIB 3 (Chapada Diamantina) com representantes das brigadas voluntárias, promotoria do meio ambiente, Instituto Chico Mendes (ICMBio) e outros para discussão de estratégias de prevenção e combate aos incêndios florestais na Chapada.
 

COMPANHIA INDEPENDENTE DE POLÍCIA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL - CIPPA/Lençóis
"Protegendo os Ecossistemas do Centro e do Oeste Baiano"
cippa.lencois@pm.ba.gov.br

sexta-feira, 9 de setembro de 2011


Uma das novidades da  EXPOFEIRA 2011 é a EXPOAMBIENTAL, um stand montado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais, através do Departamento de Educação Ambiental, com o objetivo de criar condições para  os visitantes  acessarem informações sobre a questão ambiental local e global. No espaço estão expostos banners, fotografias, materiais recicláveis, além da realização de palestras e exibição de vídeos educativos. Durante todo o evento a SEMMAM, estará com uma equipe de educadores (Multidisciplinar) formada por Biólogas, Pedagoga, Historiador, alem de uma competente equipe de estagiários.  
O stand da SEMMAM (EXPOAMBIENTAL) está situado próximo ao portão de entrada da EXPOFEIRA, nas imediações do "Caminho da Roça". Interessados poderão agendar visitas para estudantes ou outros grupos comunitários.







segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Professores participam de Capacitação em Educação Ambiental

 Professores da rede municipal de ensino de Feira de Santana estão participando de um Curso de Capacitação em Educação Ambiental, promovido pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente em parceria com a Via - Bahia, representada pela Ambiens. O evento teve início nesta Segunda-Feira (05/09/20110) e encerrará amanhã (06/09), na sala de reuniões da Associação Comercial e Empresarial de Feira de Santana, situada no Largo São Francisco, Bairro da Kalilândia. Este primeiro módulo tem como tema: Boas Práticas Ambientais, que está dividido da seguinte forma: a) Panorama Ambiental Mundial; b) Panorama Ambiental Brasileiro; c) Questões Ambientais Atuais; d) Agenda 21; e) Cenário Ambiental Local; f) Saída de Campo/ aula prática (Visita à Lagoa Subaé).
O curso esta sendo ministrado por Dra. Ana Paula Giorgi e M. Sc. Patrícia Lopes, com participação do Prof. Horacio Amorim, do Departamento de Planejamento e Educação Ambiental da SEMMAM, sendo previstos  mais três módulos que deverão ser realizados provavelmente nos meses de Novembro de 2011, Fevereiro e Maio de 2012.
 De acordo com Horacio, um dos objetivos do evento é possibilitar a construção de novos conhecimentos sobre as questões socioambientais “esperamos que as reflexões construídas durante a capacitação sejam transbordadas tanto nas escolas como nas comunidades e que contribuam com a formação de sujeitos mais conscientes em relação à conservação dos nossos recursos naturais", destaca.
Nesta primeira etapa o curso conta com a participação de representantes de aproximadamente 25 escolas municipais e 08 (oito) membros de organizações não-governamentais, além da SEMMAM e da Secretaria Municipal de Educação.





 

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Projeto discute malefícios do som alto

Quartas Ambientais ressalta ações em prol do meio ambiente

A poluição sonora, um dos principais problemas enfrentados pelo município de Feira de Santana, foi tema da décima edição do Projeto Quartas Ambientais realizada nesta quarta-feira (31), no auditório da Secretaria Municipal de Saúde. O projeto é uma realização da Prefeitura através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam).
As implicações da exposição a níveis elevados de som foram abordadas pelo médico otorrinolaringologista, Márcio Carvalho. “A partir do momento que a poluição sonora ultrapassa o patamar de conforto para o indivíduo pode prejudicar a audição com alterações temporárias quanto perdas auditivas definitivas. Por este motivo, a poluição sonora deve ser tratada com eficácia”, afirma.
A Semmam vem desenvolvendo ações educativas e fiscalizações constantes visando combater práticas irregulares. “Nos finais de semana com o consumo de bebidas alcoólicas muitas pessoas acabam se empolgando e extrapolam no volume do som nos carros e também nos bares. Pedimos a colaboração da comunidade para acabarmos com o problema”, aponta Lucílio Flores, diretor do Departamento de Fiscalização e Licenciamento da Semmam.
Em sua quarta edição, o projeto Quartas Ambientais tem como propósito mobilizar e conscientizar a população da necessidade de executar ações em prol da conservação e preservação do meio ambiente.  “Entendemos que as Quartas Ambientais pode estimular a comunidade a se envolver na causa ambiental, através de debates e esclarecimentos”, pontua Horácio Amorim, diretor do Departamento de Educação Ambiental da Semmam.
 Fonte: SECOM